terça-feira, 3 de março de 2009

Médicos de Aracaju entram em greve por tempo indeterminado


Os médicos da rede municipal de saúde de Aracaju iniciaram nesta terça-feira uma greve por tempo indeterminado. De acordo com o Sindicato dos Médicos do Estado de Sergipe (Sindimed), apenas 30% do efetivo do serviço de urgência e emergência está em atividade. Nesta manhã, a categoria se reuniu em frente ao Hospital Nestor Piva e entregou panfletos à população, para explicar os motivos da paralisação. A prefeitura conta atualmente com 340 médicos (100 do Programa Saúde na Família, 60 plantonistas e 180 especialistas). Hoje, eles recebem um salário-base de R$ 1,7 mil por 40 horas semanais de trabalho, mais uma complementação do Ministério da Saúde, totalizando R$ 4,5 mil. A exigência é de que o salário seja reajustado para R$ 8.239 por 20 horas semanais. Amanhã, a partir das 9h, os médicos devem fazer um protesto na Câmara Municipal e, na quinta-feira, será realizada uma nova assembléia, na sede do sindicato, para avaliar o movimento. Fonte: www.noticias.terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário