terça-feira, 24 de março de 2009

POLÍCIA MILITAR PRENDE FILHO DE EX-PREFEITO APÓS FERIR FOLIÃO NO LAGARTO FOLIA

Policiais da 3ª Companhia do 7º Batalhão de Polícia Militar prenderam Rodrigo Dantas dos Santos, de 30 anos, na madrugada desta segunda-feira, 23, em Lagarto, cidade distante 75 km da capital. O homem é filho do ex-prefeito de Lagarto, Zezé Rocha, e foi preso após ferir um folião com uma arma branca durante o Lagarto Folia, prévia carnavalesca que aconteceu no município no final de semana.
O jovem foi preso após tentar contra a vida de um turista recifense na área dos camarotes e fugir. Num primeiro momento, a polícia foi acionada, mas não encontrou Rodrigo. Após o término da festa, um amigo da vítima viu o agressor transitando em um veículo pelas proximidades da prévia e acionou policiais militares da 3ª Cia/ 7º BPM, que de imediato partiram na busca do suspeito. Ao perceber a presença dos militares o motorista empreendeu fuga, mas a grande quantidade de ambulantes impediu que ele se deslocasse com facilidade, o que possibilitou a aproximação dos PMs, que estavam a pé.
O capitão Flávio Arthur, comandante da 3ª Cia/ 7º BPM, conseguiu fazer com que o veículo parasse, momento em que Rodrigo saiu do automóvel e entrou em luta corporal com dois policiais, reagindo à prisão e ameaçando-os verbalmente. O homem foi controlado e encaminhado à delegacia de Lagarto, de onde seguiu para o hospital da cidade, na companhia de um advogado. Na unidade de saúde, Rodrigo foi reconhecido pela vítima, que estava internada com ferimentos no braço.
De volta à delegacia, policiais do Posto da Companhia de Polícia Rodovária Estadual (CPRv) de Simão Dias foram acionados. Rodrigo foi submetido ao teste do bafômetro, o que comprovou que ele estava com índice de álcool no sangue acima do permitido por lei. O homem foi entregue ao delegado pela guarnição formada pelo capitão Flávio Afthur e os soldados Fábio Cardoso Paes Alves, José Ravisson Macedo e John Lenon Leal em decorrência da tentativa de homicídio, por dirigir embriagado e desacatar, resistir, agredir e ameaçar os policiais militares. O jovem foi transferido para a delegacia de Simão Dias, onde permanece custodiado.
Fonte: edelsonfreitas.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário