sexta-feira, 17 de julho de 2009

ESCOLA FAZ HOMENAGEM A DENNER

Com o retorno das aulas nesta quinta-feira,16, da rede municipal e em algumas da rede estadual, a unidade Epifânio Dória rendeu homenagem ao garoto Denner, assassinado há alguns dias. No blog daquela escola, o diretor enviou a seguinte mensagem que transcrevemos abaixo:

"O 4 de julho de 2009 ficará marcado na memória de todos nós cidadãos poçoverdenses e em especial para nós que fazemos parte da comunidade Epifânio Dória. Foi uma fatídica e sombria madrugada de um sábado que deveremos apagar de nossas memórias. Alguém nos privou do convívio diário do nosso aluno José Denner Sousa Santos, ou simplesmente, Denner como era mais conhecido por todos nós. Na manhã do referido dia fui acordado por uma ligação de uma professora, perguntando-me se eu já sabia do ocorrido com o aluno Denner. Disse a ela, temendo o pior, em virtude de seu tom de voz, que não sabia de nada! Foi ai que ela me contou das notícias que circulavam pela cidade inteira dando conta de sua morte brutal. Meu coração gelou e levantei o mais rápido que pude com o calor da terrível notícia. Dirigi-me, em seguida ao local do crime. As imagens foram terrivelmente assustadoras! O corpo de um jovem, que havia completado apenas seus 15 anos de idade no último abril e que deveria ter uma vida inteira pela frente, sendo ceifada sem dó nem piedade! Estava ali estendido ao ermo, ao pé da arquibancada do módulo esportivo, entre sol e chuva, coberto por um pano qualquer e cercado de inúmeras pessoas atônitas com a constatação de tamanha brutalidade!

Fiquei ao longe imaginando a dor tamanha que invadira as vidas de seus pais! A dor de perder um filho é algo tremendamente desesperador! Não tinha palavras para dirigir-me a seu pai que ali aguardava providências! Fiz minha oração a Deus em contrito pedindo-lhe conforto a seus pais diante de tão terrível acontecimento! Tudo me assustou! Mas o que mais me fez refletir diante daquela horrenda cena era que a sociedade deveria exercer seu papel de cidadania cobrando das autoridades constituídas da nossa cidade uma resolução rápida e efetiva desse caso, para não correr o risco de tudo cair na impunidade e de virarmos meros reféns do medo de viver.

A sociedade poçoverdense precisa reagir diante da onda de criminalidade que tem assolado a nossa cidade! Devemos mudar nossos comportamentos! Não podemos nos acomodar! Não devemos deixar que o medo nos impeça de tocar as nossas vidas adiante. Porém, os nossos jovens precisam acordar para o que realmente é necessário às suas vidas! Este é um momento de reflexão profunda! Que vocês, meus queridos alunos, possam saber com quem andam! Que possam trilhar um roteiro de honestidades! E que enxerguem na educação um caminho viável ao futuro de cada um!Às vezes, uma aparente sensação de felicidade, por considerar que a vida é uma eterna festa regada de bebidas e músicas que denigrem a imagem dos seres humanos em geral, tende a mascarar uma vida sem perspectivas, sem orientações que possam conduzi-los a passarem ilesos pelos problemas que fatalmente vos sobrevierem. Por isso, reflitam, agora, sobre seus comportamentos! Como tratamos nossos pais e parentes? Como respondemos aos questionamentos de nossos professores e colegas? Qual o nosso papel na sociedade? Reflitam! Descubram-se! Este é o momento de cada um de nós tentarmos ser melhores do que somos! Fiquem distantes daqueles que procuram o mal!Por fim, a imagem que quero ter do jovem Denner é a daquele adolescente questionador, com olhar crítico em suas observações, um rapaz quase adulto. E que, o seu breve convívio conosco, ensinou-me algo que devo guardar dentro de mim que me serve de aprendizado para esta função pela qual estou apenas passando uma temporada. Ficam aqui os nossos mais puros e sinceros sentimentos de pesares, dirigidos à seus familiares e a todos aqueles que com ele conviveu em sua breve passagem entre nós". Por Carlos Henrique Duarte Acioly, diretor da EE Epifânio Dória (fotos e texto: Acioly)

Fonte: cnnpv.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário