sexta-feira, 9 de outubro de 2009

"SENADOR NÃO ME DEU VOTOS EM POÇO VERDE"

Recentemente, o presidente estadual do PDT, Ulices Andrade, disse , em entrevistas à imprensa, que “o partido pode não ter força para eleger um senador, mas tem força pra derrotar um senador”. Foi uma resposta ao senador Antônio Carlos Valadares (PSB), que, ao reivindicar o direito de o partido manter a indicação do candidato a vice na chapa do governador Marcelo Déda (PT), em 2010, disse que o PDT não tem força para eleger um senador, indicação reivindicada por Ulices. Segundo matéria publicada hoje (8), no jornal Correio de Sergipe, o presidente do PDT não gostou de ler declarações atribuídas a Valadares, que disse que o ajudou, nas eleições de 2006, pedindo a aliados aque votassem nele no município de Poço Verde: "Valadares entendeu diferente! Ele disse que eu seria devedor dele porque ele colocou o PSB de Poço Verde para votar em mim na eleição passada e isso não é verdade! O partido se dividiu no município, tanto que uma parte votou na deputada Celinha Franco (DEM). A outra parte que votou em mim foi pelo meu trabalho, pela convivência que mantenho com algumas lideranças de lá, algo que não foi apenas na última eleição", comentou.Ao explicar a situação, Ulices disse ainda que "esse débito eu não tenho com ele (Valadares)! Pelo contrário! O senador até gostaria que o prefeito votasse em outro candidato a deputado estadual. Como ele não conseguiu, agora ele acha que me deu um presente. Eu agradeço muito aos votos de Poço Verde, até porque sem eles eu não estaria deputado hoje. Mas também agradeço aos votos de Itabi, Canhoba, Pacatuba e dos demais municípios, que também foram importantes", completou.

Fonte: CNNPV

Nenhum comentário:

Postar um comentário