quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

DICAS DE VERÃO


Dez regras de etiqueta na praia
Manter o bom convívio em um lugar como a praia é muito importante, principalmente nesta época de calor, na qual estes lugares estão lotados de gente


Praia é uma das paixões do brasileiro e no verão esse caso de amor fica ainda mais exagerado. Mas será que em um lugar no qual impera o espírito leve e descontraído existem regras de etiqueta que devem ser seguidas? Claro que sim. Nesses ambientes, que geralmente estão cheios nessa época do ano, condutas para manter a boa convivência devem ser adotadas. Apesar de ser um lugar democrático onde todas as raças e tipos de corpo se encontram, a praia pode também ser palco de vexames.


O que fazer se uma pessoa pede para você tomar conta da bolsa, roupas e/ou objetos pessoais enquanto ela vai ao mar?
A situação pode até ser constrangedora, mas você deve responder com a mesma liberdade que a pessoa teve para te pedir um favor desses. Se aquilo não for te incomodar, tudo bem. Se for, você responde que não vai poder.
Qual o melhor jeito de recolher a canga da areia?
Com muita calma, sem sacudir para não levantar areia e acabar jogando areia nos vizinhos. As praias estão cada vez mais cheias e existe o ‘outro’, que não deve ser incomodado por você nem ter seu espaço invadido.
Pode usar água oxigenada para clarear os pêlos na hora do bronze?
Claro que não! Clarear os pêlos é a mesma coisa que escovar dente, algo muito intimo que você faz sozinho no seu banheiro ou no seu quarto.
É feio comer na praia?
Claro que não. Mas é interessante lembrar que praia não é lugar para piquenique. Por isso nada de levar frango assado, garrafão de suco, mesa, cadeira e tudo mais. Deve-se comer o que faz parte da cultura da praia (água de coco, sanduíche natural, petiscos de frutos do mar).
O que fazer com o lixo na praia?
Essa é a mais óbvia: guardar num saquinho plástico e jogar na primeira lata que você achar depois. Praia suja é um horror!
Como manter a higiene em cadeiras alugadas?
Isso é obrigação de quem aluga. Se isso não acontecer, cobre a limpeza. Se mesmo assim isso não for possível e não tiver álcool fácil no local, lave utilizando a água do mar mesmo.
O que fazer com a criança que não para de correr e gritar em volta do lugar onde estou?
A situação é medonha, pois você não pode gritar com criança que não é tua. É melhor que se você tem um filho cuide para que eles não incomodem os vizinhos. Se ela faz tudo isso, é melhor pegar suas coisas e mudar de lugar. Se você está sendo incomodado por essa situação, não finja achar graça da bagunça do ‘anjinho’ para que os pais se toquem.
Namorar na praia pode? Há restrições?
Pode! Namorar na praia é uma delícia, não tem coisa melhor, mas desde que os dois tenham consciência de que aquele é um lugar público e que não estão entre quatro paredes. Beijo, mão dada, abraço, tudo bem. O que não dá é ficar se embolando na areia. Lembrem que vocês estão de sunga e biquíni e nessa hora os hormônios ficam a flor da pele. Pode ser muito constrangedor.
Praia também é lugar para um cochilo?
Pode, mas deve haver discrição. Recline sua cadeira e coloque seus óculos escuros ou deite de bruços na espreguiçadeira ou esteira.
Como cumprimentar os amigos que encontro na praia?
Apenas com um aperto de mão e sorrisos. Beijinho com gosto de bronzeador ninguém merece!
Fonte: Infonet Verão

Nenhum comentário:

Postar um comentário