sexta-feira, 16 de abril de 2010

A menor Constituição do mundo

Um grupo de sábios judeus reuniu-se para tentar criar a menor Constituição do mundo. Se alguém fosse capaz de definir – no espaço de tempo que um homem leva para equilibrar-se em um só pé – as leis que deviam reger o comportamento humano, este seria considerado o maior de todos os sábios.

“Deus pune os criminosos”, disse um.

Os outros argumentaram que isto não era uma lei, mas uma ameaça; a frase não foi aceita.

“Deus é amor”, comentou outro.

De novo, os sábios não aceitaram a frase, dizendo que ela não explicava direito os deveres da humanidade.

Neste momento, aproximou-se o rabino Hillel. E, colocando-se num só pé, disse: “não faça com seu próximo aquilo que você detestaria que fizessem com você; esta é a Lei. Todo o resto é comentário jurídico”.

E o rabino Hillel foi considerado o maior sábio de seu tempo.

Paulo Coelho

Nenhum comentário:

Postar um comentário