sexta-feira, 30 de julho de 2010

Questão Criança Esperança.


Deixa eu entender mais uma vez.

Quer dizer que eu devo ajudar com R$ 5,00, no mínimo, de doação e as operadoras de telefonia não podem abrir mão de R$ 0,38 do custo da ligação? E por que eu devo abrir mão de R$ 5,00 reais e o governo não abre mão dos tributos que incidem sobre esse dinheiro?

Nesse caso, eu estou doando para as criancinhas de um projeto de inclusão no interior do nordeste e para os pobres deputados que precisam custear suas campanhas para a permanência eterna no poder.

Na minha compreensão, suponho que R$ 5,00 represente mais impacto no meu orçamento do que R$ 0,38 na receita da OI, por exemplo. Por que é que caridade tem que vir sempre do lado de quem tem menos? Por a minha boa vontade tem que ajudar a enriquecer os donos da operadoras de telefonia e os cofres do governo? Por quê? Por quê?

Vamos fazer o seguinte, quando eles abrirem mão do custo de ligação e dos impostos sobre a doação, eu faço a minha doação. Até lá.. nada feito.

Fonte: sacodefilo.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário