sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Dona de casa encontra filhote de rato dentro de pacote de macarrão

A dona de casa Rita Cardoso encontrou nesta quarta-feira (1º) um filhote de rato dentro de um pacote de macarrão que ela havia comprado em uma loja da rede de supermercado Bompreço, em Aracaju (SE). “Coloquei a água no fogo e pedi que minha filha cozinhasse o macarrão. Quando ela pegou o pacote, encontrou o filhote do rato”, relatou.
Cardoso entrou em contato com a fabricante do produto, Mazyolly do Brasil, que teria lhe oferecido R$ 500 a título de indenização. Orientada por seu advogado, no entanto, ela não aceitou.
“Achei um absurdo e ainda relatei que o valor não deixaria a cliente satisfeita devido a todo o constrangimento que ela passou ainda mais por se tratar de uma pessoa que tem glaucoma", disse o advogado Joaquim Calazans.
A dona de casa deve entrar com um processo contra a rede de supermercado e a fabricante do produto, que tem sede na cidade de Vitória de Santo Antão (PE).
Rita Cardoso afirmou ainda que a empresa a acusou de ter colocado o rato dentro do pacote. “Estão dizendo que foi que coloquei, estão me acusando de fraude. Querem jogar a culpa em cima de mim.”
O coordenador da Vigilância Sanitária Estadual, Antônio Pádua, informou que a empresa não tem licença sanitária para funcionamento. “É uma empresa clandestina... jamais esse produto poderia estar exposto à comercialização”, afirmou.

Outro lado

A empresa Mazyolly do Brasil foi procurada pela reportagem, mas um funcionário indicou o telefone da advogada da empresa –que não atendeu as ligações.
O representante do produto em Sergipe diz acreditar em sabotagem. O coordenador da Vigilância Sanitária Estadual informou, entretanto, que não há indícios de violação da embalagem.
A assessoria de comunicação do Bompreço informou que o incidente está sendo apurado e que a equipe de segurança alimentar da rede já foi acionada. O departamento jurídico também está investigando a veracidade da informação, já que eles alegam que a denunciante não procurou o supermercado para tratar do assunto.

Fonte: nenoticias.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário