quinta-feira, 23 de setembro de 2010

EFEITO TIRIRICA


Segundo pesquisa Datafolha, o candidato Tiririca (PR) será o recordista de votos para o cargo de deputado federal. Concorrendo pelo Estado de São Paulo, o maior colégio eleitoral do país, a estimativa é que Tiririca tenha por volta de 900 mil votos. Em se confirmando tal previsão, Tiririca só perderia o posto de campeão histórico de votos ao cargo de deputado federal para o falecido Enéas Carneiro, com votação recorde de 1,5 milhões de votos na eleição de 2002.
Palhaçadas de Tiririca e excentricidades de Enéas à parte, mas não menos relevantes ou importantes na discussão da qualidade do voto, o fato é que tais fenômenos não são fabricados por acaso. Isso mesmo, fabricados, pois esta é a razão de candidatos que, com discursos mambembes, porém, de forte apelo emocional, desfilam slogans imbecis em busca de recordes de votos.
Recordes que têm um único objetivo: aumentar o número de cadeiras parlamentares do partido/coligação eleitoral destes candidatos, conhecidos como puxadores de voto, já que as escolhas das urnas são computadas, primeiramente, ao partido, o real detentor das cadeiras legislativas. Dessa forma, considerando por hipótese que seja necessário 150 mil votos para que um partido/coligação eleitoral ganhe uma cadeira na Câmara Federal, somente a votação de Tiririca daria ao seu grupo 6 cadeiras. Isto significa que Tiririca puxaria, com seus votos, mais 5 deputados federais de seu partido/coligação eleitoral consigo. A estimativa da pesquisa é que os votos de Tiririca dêem ao partido por volta de 7 cadeiras na Câmara Federal.
Fenônemo bizarro, que com Enéas, por exemplo, levou ao Parlamento um candidato com aproximadamente 300 votos!!! Desta vez, se não se sabe ainda qual será a votação dos candidatos levados pelo tenebroso Tiririca, ao menos já da para saber a qualidade de seus companheiros. Segundo a mesma pesquisa Datafolha, nomes como Agnaldo Timóteo, homofóbico reacionário de primeira, e Valdemar Costa Neto, envolvido no escândalo do mensalão, são os favoritos a serem eleitos em virtude destas vagas conquistadas por Tiririca.
Além do mais, a história recente do presidencialismo de coalizão brasileiro mostra que os deputados votam, majoritariamente, de acordo com a posição de seus partidos ou coalizões no Congresso. O que significa dizer que ao votar em Tiririca se está, na realidade, patrocinando, apoiando as idéias de seu partido, o PR (Partido Republicano). E será que seus eleitores conhecem as posições do PR? Se nem Tiririca sabe...
Veja aqui a entrevista de Tiririca a Folha de S. Paulo que revela o total desconhecimento e ignorância do candidato sobre tudo que o cerca na campanha e no seu futuro emprego.
E também não deixe de notar sua cara de pau. Tiririca tem dito na campanha, entre outras besteiras, que precisa do voto do cidadão para sustentar sua família. Pura falácia! Na entrevista o farsante afirma que tem contrato de 4 anos com a Record, que o cumprirá mesmo que eleito e que tem a vida feita. Precisa dizer mais?

Fonte: Trinta e poucos anos

Nenhum comentário:

Postar um comentário