sexta-feira, 29 de outubro de 2010

POÇO VERDE - IBGE divulga resultado do Censo 2010

Clique na imagem para ampliar

Acompanhe AQUI o resultado geral dos municípios

Fonte: IBGE

Ronaldinho e Neymar são convocados para a seleção

A vontade da maioria dos torcedores foi atendida. O técnico Mano Menezes confirmou nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro, as convocações de Ronaldinho Gaúcho e Neymar para o amistoso da Seleção Brasileira diante da Argentina, no dia 17 de novembro. A partida será disputada em Doha, no Qatar.
Neymar esteve na primeira partida de Mano Menezes no comando da Seleção Brasileira, contra os Estados Unidos. No entanto, o atacante do Santos foi preterido na convocação para os amistosos contra Irã e Ucrânia devido o atrito que teve com o então técnico do clube paulista, Dorival Junior.
Já Ronaldinho Gaúcho estava ausente da Seleção há mais tempo. O meia não atuava com a camisa "amarelinha" desde o dia 1º de abril de 2009. Na ocasião o Brasil venceu o Peru, por 3 a 0, em Porto Alegre. Ronaldinho começou no banco e entrou no lugar de Elano no decorrer da partida.
Os 23 convocados para o amistoso contra a Argentina foram:
Victor - Grêmio
Jefferson - Botafogo
Neto - Atlético Paranaense
Daniel Alves - Bacelona
Rafael - Manchester United
Thiago Silva - Milan
David Luiz - Benfica
Alex Costa - Chelsea
Rever - Atlético Mineiro
André Santos - Fenerbahçe
Adriano - Barcelona
Lucas - Liverpool
Jucilei - Corinthians
Sandro - Tottenham
Elias - Corinthians
Ramires - Chelsea
Douglas - Grêmio
Philippe Coutinho - Internazionale
Ronaldinho Gaúcho - Milan
Robinho - Milan
Neymar - Santos
Alexandre Pato - Milan
André - Dínamo de Kiev

Fonte: MSN Esportes

As cinco mãos de Valadares


Fazendo oposição ao então presidente Fernando Henrique Cardoso, o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) participava de uma concentração no interior de Sergipe e resolveu criticar as promessas do tucano:

- É hora de cobrar as promessas desse presidente que saiu por aí mostrando as cinco mãos!...
Enquanto imaginava uma maneira de corrigir a confusão que fez, trocando dedos por mãos, ouviu o grito de um gaiato:

- Senador, isso é um presidente ou um caranguejo?...

Fonte: nenoticias.com.br

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

MPF/SE processa ex-dirigentes do PT de SE por apropriação indevida de quase R$ 25 mil

O Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE) denunciou o ex-presidente e o ex-tesoureiro do Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores (PT), Severino de Oliveira Bispo e Usiel Rios, respectivamente, por se apropriarem indevidamente de quase R$ 25 mil em recursos do Fundo Partidário. Esta quantia foi gasta com serviços que não tinham qualquer relação com a destinação regular dessas verbas e seu gasto também não foi devidamente comprovado.
De acordo com o procurador da República Eduardo Botão Pelella, que assina a denúncia, além de gastar parte da verba recebida no ano de 2004 com corridas táxi e empresa de turismo, por exemplo, a prestação de contas do partido não apresentou as notas fiscais de tais gastos, mas apenas recibos.
As contas apresentadas pelo PT, inclusive, foram reprovadas pelo Tribunal Regional Eleitoral em Sergipe (TRE/SE) por causa destas irregularidades. Além disso, o TRE apontou que várias despesas feitas pelo partido em 2003 foram pagas com recursos recebidos do Fundo Partidário em 2004. Segundo o procurador Eduardo Pelella, mais correto seria se tais gastos, que também não foram comprovados através de notas, tivessem sido liquidados no ano em que foram feitos. Assim, se evitaria a problemas no cálculo das contas anuais do partido.
Os valores correspondentes a todas essas despesas também não batiam com a soma dos valores descritos nos recibos da prestação de contas. Na denúncia, o procurador argumenta que este é um indício de que houve manipulação do demonstrativo de receitas e despesas, pois a soma dos gastos apresentados era sempre menor que aqueles comprovados nos recibos.
“É imperioso ressaltar que uma parcela considerável da verba não teve sequer uma destinação plausível alegada, limitando-se a prestação de contas a um malfadado arranjo de cálculos com intento de ludibriar os técnicos responsáveis pela apuração, o que caracteriza, sem sombra de dúvidas, que estas não foi devidamente utilizada”, afirma na denúncia.
Caso sejam condenados, Severino de Oliveira Bispo e Usiel Rios, que atualmente é presidente do Diretório do PT em Aracaju, podem pegar pena de reclusão de cinco anos, além de pagamento de multa. 

Fonte: nenoticias.com.br


segunda-feira, 25 de outubro de 2010

SOLETRANDO 2011

ALÉM DE BONITA, INTELIGENTE
Agora é a nossa vez.
A representante do quadro Soletrando 2011 do programa Caldeirão do Huck da rede Globo é uma aluna da Escola Mun. Dona Caçula Valadares do povoado São José, e moradora dessa mesma comunidade, Valéria tem 13 anos, é estudante da 7ª série e não é apenas um rostinho bonito. Além de ser uma jovem bonita é muito inteligente e isso ela provou hoje, 25, em Aracaju onde aconteceu a final estadual para o programa, a jovem foi sucesso absoluto deixando para trás os outros concorrentes.
Agora Valéria se prepara para ir ao Rio de Janeiro e tentar alcançar o prêmio maior, mas só de ser a nossa representante já está muito bom, desejamos boa sorte a estudante e com certeza se depender de torcida ela será vitoriosa.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Maria do Carmo e João Alves são absolvidos e PRE recorre


A senadora Maria do Carmo e o ex-governador João Alves Filhos foram absolvidos pelo Tribunal Regional Eleitoral da acusação de uso da máquina pública para fins eleitoreiros. A denúncia era referente as candidaturas de 2006, quando a senadora obteve a reeleição e João perdeu o governo do Estado.
A decisão foi recorrida pela Procuradoria Regional Eleitoral, que pede a cassação do mandato da senadora Maria do Carmo Alves e a condenação de João Alves Filho ao pagamento de multa.
De acordo com o relato da PRE, os acusados usaram a estrutura da Secretaria de Educação para enviar cartas assinadas pelo candidato João Alves em que pedia voto para si e para sua esposa Maria do Carmo nas eleições de 2006. Os informes eram entregues pelos professores aos alunos.

Fonte: Cinform
 

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Revista mostra Déda chicoteando presidente da SOMESE


A Revista da Sociedade Médica de Sergipe  (Somese), que está sendo distribuída pelos Correios aos médicos, chama a atenção pela charge estampada em sua 1ª página. Nela, estão as figuras de três pessoas bastante conhecidas no estado: o deputado estadual e ex-secretário de Saúde, Rogério Carvalho, o governador Marcelo Déda e o presidente da entidade, Petrônio Gomes.
No desenho, Déda aparece com uma arma no quadril e chicoteando o presidente Petrônio que, de joelhos, segura em um tronco onde está escrito a palavra ‘médicos’. Ao fundo, o ex-secretário acompanha tudo aos risos, encostado numa fachada de hospital caindo aos pedaços.
Na mesma charge, o governador é chamado pela Somese de ‘feitor’, aquele que no período colonial do Brasil, era pago para guardar os escravos e chicotear os que tentassem fugir ou desobedecem às ordens do senhor de engenho.
A matéria de capa “Desrespeito à Classe Médica de Sergipe chega ao extremo” é repleta de duros comentários à política pública de saúde implementada pelo governador, que teve à frente, durante mais de três anos, Rogério Carvalho. De acordo com a reportagem, Carvalho administrou a Secretaria com “mãos de ferro e auxiliado por uma equipe importada”.
Na opinião da Somese, Rogério Carvalho “possuía todas as condições para fazer uma administração revolucionária (...). No entanto, produziu a maior transformação negativa da história da saúde pública de Sergipe”. A entidade acusa ainda o ex-secretário de comandar “uma poderosa rede de influência política jamais vista, objetivando angariar dividendos políticos e se eleger deputado federal”.
Segundo a matéria, “durante quatro anos, o povo sofreu (alguns morreram) por uma assistência deficiência (sic), na porta, nos corredores e nas macas do Hospital de Urgência Gov. João Alves Filho (...). Hospitais históricos, como o Amparo de Maria, em Estância, e São Vicente de Paula, em Propriá, sucumbiram ao desprezo de que foram vítimas”.
A Somese critica ainda o projeto das Clínicas de Saúde, cujo “futuro é incerto”, e diz que elas só aconteceram porque o atual “governo se apressou em gastar o dinheiro (da saúde) e, a partir daí, começou a construção”. A entidade acusa ainda o ex-secretário e sua equipe importada de cometerem os mesmos desmandos desde à época em que Rogério era secretário municipal de Saúde quando Marcelo Déda foi prefeito de Aracaju.
“A passagem do grupo pela Secretaria Municipal de Saúde produziu tantos estragos no órgão, que até hoje, passados quatro anos, os gestores que o sucederam ainda não conseguiram pôr ordem na casa. Terceirizações fajutas, algumas delas denunciadas pelo Sindicato dos Médicos, problemas graves de gerenciamento no Hospital Cirurgia, foram outros problemas encontrados”, aponta a reportagem especial.
A Fundação Estadual de Saúde também foi alvo de críticas pela publicação médica. De acordo com a Somese, sua criação foi feita “atropelando a tudo e a todos”, fazendo com que “centenas de especialistas deixassem seus postos de trabalho (por não aderirem às fundações), ficando em disponibilidade”. E completa, afirmando: “A precarização do trabalho médico foi à tônica nesse (des) governo, com a contratação de empresas terceirizadas de mão de obra”.

Zombou

A revista traz ainda uma entrevista com o presidente do Sindicato dos Médicos de Sergipe, José Menezes, que acusa o atual governo de zombar dos órgãos fiscalizadores do estado, ao se referir à situação do Hospital Governador João Alves Filho. “O Hospital João Alves é um retrato vivo da incompetência deste governo. O Hospital José Machado de Souza, de pediatria, que fica lá dentro, este governo não colocou para funcionar, e zombou do Ministério Público do Estado, do Ministério Público do Trabalho, da Procuradoria da República...”

A edição da revista pode ser conferida na íntegra no site da entidade médica, no endereço: www.somese.com.br.
Fonte: Ne Notícias

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Tesoureiro do PT é denunciado por formação de quadrilha


O promotor de Justiça José Carlos Blat anunciou no começo desta tarde, perante a CPI da Bancoop na Assembléia Legislativa de São Paulo, que denunciou criminalmente à Justiça o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, por supostos crimes de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Blat informou aos deputados da Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga fraudes na Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo, criada por um núcleo do PT na década de 1990. Ele também requereu a quebra de sigilo bancário e fiscal de Vaccari. A denúncia do promotor foi protocolada às 10h57 e será analisada pela 5ª Vara Criminal da capital paulista.
Vaccari foi diretor-administrativo da Bancoop e presidiu a cooperativa até março passado, quando afastou-se do cargo para assumir a função de tesoureiro do PT. O promotor investiga o caso Bancoop desde 2007. Na denúncia que apresentou hoje à Justiça, ele aponta "negócios escusos da Bancoop, durante a gestão Vaccari Neto, inclusive relacionados a campanhas eleitorais".
Blat suspeita que recursos que teriam sido desviados da cooperativa abasteceram campanhas do PT. Segundo ele, a empresa Germany, fornecedora da Bancoop teria movimentado R$ 50 milhões por meio de caixa 2.

Por: Yahoo Notícias

Concursos com inscrições abertas

Nesta segunda (18), os concursos públicos com inscrições abertas oferecem 25.903 vagas em 106 seleções. As oportunidades estão distribuídas em diversos cargos destinados a candidatos de todos os níveis escolares. As remunerações iniciais podem chegar a R$ 21.776, dependendo da função desejada.

Confira os principais concursos:
Itapeva (SP) 1.320 Níveis médio e superior R$ 640 a R$ 1.280 Edital
Uberaba (MG) 80 Nível fundamental R$ 981,45 Edital
CVM (SP e RJ) 150 Níveis médio e superior R$ 4.775 a R$ 13.264 Edital
Defensoria (BA) 50 Nível superior R$ 12.803 Edital
Fundação Casa (SP) 719 Nível médio R$ 1.255 Edital
Sorocaba (SP) 80 Todos os níveis R$ 791,28 a R$ 2.426,62 Edital
Inmetro 253 Níveis médio e superior R$ 2.900 a R$ 7.563 Edital
FME (RJ) 510 Todos os níveis  R$ 537 a R$ 1.164 Edital
Ministério Público (RS) 24 Nível médio R$ 3.177 Edital
Educação (BA) 3.200 Nível superior R$ 858,34 Edital
Diadema (SP) 483 Todos os níveis R$ 1.200 a R$ 9.071 Edital
Uberlândia (MG) 1.812 Todos os níveis R$ 517 a R$ 1.397 Edital
Faetec (RJ) 1.148 Níveis médio e superior R$ 955 a R$ 2.681 Edital

Fonte: Ne Noticias