sábado, 11 de dezembro de 2010

Ex-mulher de Collor tem direito a pensão de 30 salários e a dois apartamentos e dois carros

Na tarde desta sexta-feira (10), o Tribunal de Justiça de Alagoas decidiu que a pensão alimentícia de 30 salários mínimos paga pelo senador Fernando Collor de Mello a sua ex-esposa Rosanne Malta deverá continuar a ser repassada. O ex-presidente havia ganho em Primeira Instância o direito de não pagar o valor, mas Rosane entrou com um recurso, que foi julgado hoje.

Além da manutenção do valor da pensão, a Justiça decidiu que Rosane terá direito a dois apartamentos e dois carros, no valor de R$ 950 mil, que são de propriedade do Senador.

Da decisão do Tribunal de Justiça de Alagoas cabe recurso, porém a defesa de Collor deverá recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) para tentar reverter a sentença. 

Fonte: Ne Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário