segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Ônibus da Bonfim capota e deixa 4 mortos


Acidente trágico na BR-101, em Alagoas, com o ônibus top class, de número 3033 e placa JSN-41231, da empresa baiana Bomfim, matou quatro pessoas e deixou 17 feridos na madrugada deste domingo (02). O coletivo teria saído da pista e capotado, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).
A alagoana Cláudia de Barros Silva, que mora no Benedito Bentes, uma entre os feridos, falou com a reportagem da Gazetaweb. Ela informou que o ônibus saiu da Bahia com destino a Maceió por volta das 18h deste sábado (01) e que antes do acidente foram acordados por gritos.
“Muitos passageiros acordaram com o grito de um colega de viagem pedindo que o motorista parasse o ônibus porque o mesmo iria capotar. Quando vimos já foi o coletivo perdendo o controle, rodopiando como se estivesse dando um cavalo de pau e caímos. Olhei para o lado e vi que tinha umas pessoas sem respirar”- detalha a vítima.
Cláudia Barros recebeu os primeiros socorros no hospital de São Miguel dos Campos, mas foi levada para o Hospital de Urgência e Emergência (HUE), ou Geral do Estado (HGE), em Maceió. Peritos do Instituto de Criminalística estiveram no local e informaram que o resultado do laudo que apontará as causas do acidente deve ficar pronto em 30 dias.
Os feridos, segundo policiais do posto do HGE, foram Iraci Maria de Lima, de 60 anos; José Roberto de Oliveira, de 28; Bárbara Gonzales, de 27; os chilenos Manoel Ramon Martinez do Passo,de 44, e Phillipe Gerard Truan Saxton, de 26; o africano David J. Georgiades, de 27; a francesa Maria Bordg, de 29; Marli Santos Cardoso, de 29 anos; Ednaldo Ferreira Lima, de 28; Daniel Matos Oliveira, de 35; Júlio César Rodrigues da Paixão, de 31; Ramsa Costa Gomes, de 60 anos; Alexsandro Santos Lima, de 18; Roque Lima de Oliveira, de 32; Isabella Caroline Barbosa do Nascimento, de 18; e Laís Suellen Gonzaga Almeida, de 22, além de Cláudia de Barros Silva. Todos foram socorridos por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e também do Corpo de Bombeiros (CB).
A polícia suspeita que o motorista tenha cochilado.Funcionários do atendimento do HGE informaram que a maioria das vítimas teria sofrido traumas ortopédicos, a exemplo de fraturas e luxações. A francesa Maria Bordg foi submetida a tomografia computadorizada.
Vítimas fatais
Segundo a Polícia Civil (PC), as vítimas fatais foram identificadas como Maria Yvelise Cerqueira Souza, de 67 anos, Adriana Andrade Sucupira, de 35 anos e Claúdio José Mendonça, de 38 anos. A quarta vítima ainda não teve o nome informado.
Empresa
Também na BR-101 estiveram representantes da Empresa Bomfim. Eles asseguraram que todas as providências foram adotadas. Para isso será formado um grupo com funcionários de Alagoas, da Bahia e Sergipe.
Uma assistente social virá da Bahia a Alagoas onde acompanhará os feridos e também entrará em contato com familiares das vítimas fatais.

Fonte: Ne Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário