terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Mulher diz que foi detida porque se esqueceu de chamar o delegado de "doutor"


A cabeleireira Carladenilza dos Santos Mendonça, 27 anos, denunciou nesta terça-feira, 15, o delegado Wellington Fernandes por abuso de poder. Na última sexta-feira, 11, ela foi presa pelo delegado por desacato a autoridade na Plantonista.
 “Fui à delegacia denunciar meu ex-marido por agressão. Lá, tratei ele como senhor, ele disse que era para ser chamado de doutor se não quisesse ser presa. Pedi desculpas por não saber do protocolo. Na hora que virei para meu ex, o celular caiu e ele então me deu voz de prisão por desacato", narra a cabeleireira que mora no bairro Aeroporto, Zona Sul de Aracaju.
Carla, como prefere ser chamada, afirma que após ser presa na plantonista, por volta das 3h da madrugada, foi levada para a 4ª delegacia e ficou até às 18h, após pagar fiança de R$ 1.500. "Meus familiares pediram emprestado para me soltar".
Nesta terça-feira, Carla foi ouvida na delegacia de vulneráveis, no Centro da Capital e já prestou depoimento para corregedoria da Polícia Civil de Sergipe.

Fonte: Ne Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário