quinta-feira, 31 de março de 2011

IMAGEM QUE REVOLTA


A imagem acima correu (e revoltou) o mundo. Captada pelo fotógrafo Pedro Kirilos, d´O Globo, revela policial fluminense espirrando vaso de spray de pimenta numa criança indefesa, enquanto a outra fecha os olhos já reclamando da estupidez de um homem que não honra a farda que veste.
O “crime” das crianças acima foi participar (ou estar) com os pais em uma manifestação para cobrar a promessa de assistência às vítimas de desabamentos no Morro do Bumba, em Niterói (RJ), há quase um ano, quando cerca de 60 pessoas morreram. Nem isso sensibilizou o brutamonte que, pelo menos, foi afastado e responderá a inquérito.

Fonte: Correiodoestadobahia

Padre Fábio de Mello não se apresentará mais em Poço Verde


Segundo informações o contrato para à apresentação do Padre Fábio de Melo dia 03 de maio em Poço Verde, chegou a ser assinado, porém em uma das clausulas fica claro do apoio que o organizador tem que ter da Igreja Católica, o que não foi possível, daí a apresentação do Padre não mais acontecerá.

Fonte: Poço Verde Net

PRETA GIL: “Fui injustamente agredida”, diz Preta Gil sobre o deputado Bolsonaro


A cantora Preta Gil afirmou, durante lançamento oficial da 15ª Parada Gay de São Paulo na noite desta quarta-feira, que foi injustamente agredida pelas declarações do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ).
"Passei nos últimos dias por um terror. Fui injustamente agredida por um político que não só me agrediu, mas a todos que são negros, gays ou que são os dois. Eu, no meu caso, sou uma mulher negra, gay e feliz", disse a cantora.
No quadro "O Povo Quer Saber", do programa "CQC", da TV Bandeirantes, exibido na segunda-feira (28), Preta Gil fez uma pergunta, previamente gravada, sobre qual seria a reação dele se seu filho se apaixonasse por uma negra.
O parlamentar, que tem um extenso histórico de polêmicas relacionado a direitos civis e humanos, respondeu: 'Preta, não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja. Eu não corro esse risco e meus filhos foram muito bem educados. E não viveram em ambiente como lamentavelmente é o teu.'
Bolsonaro alegou não ter tido a intenção de fazer nenhuma declaração racista. Disse que, na realidade, pensou que a pergunta se referisse a um relacionamento gay. "Essa se encaixa na resposta que eu dei. Para mim, ser gay é promíscuo, sim".
Na noite da última terça-feira (29), deputados uma representação para que o deputado seja investigado pela Corregedoria da Câmara por quebra de decoro parlamentar, por causa dos comentários supostamente racistas.
A representação também será encaminhada ao Ministério Público e à Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.
Ao passar pelo velório do ex-vice-presidente José Alencar, na tarde de hoje, Bolsonaro voltou a fazer ataques a homossexuais, à cantora e até ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).
"Eu estou me lixando para esse pessoal aí", disse ele, referindo-se a quem o chama de homofóbico. "Agora criaram a Frente Gay [na Câmara]. O que esse pessoal tem para oferecer? Casamento gay? Adoção de filhos? Dizer pra vocês, que são jovens, que se tiverem um filho gay é legal, vai ser o orgulho da família? Esse pessoal não tem nada para oferecer", disse ele.
Bolsonaro voltou a dizer que a declaração sobre Preta Gil ocorreu por ele não ter entendido a pergunta. "Eu fui entrevistado por um laptop, respondi a um laptop", disse.
Perguntado se é homofóbico, o deputado disse que não tem nada "pessoal" contra gays. "Cada um faz o que quer com esse corpinho cabeludo entre quatro paredes".
Ao falar da cantora Preta Gil e de uma possível ação dela na Justiça, Bolsonaro citou publicações do blog da artista. "Que exemplo ela tem de vida para dar para todos nós para falar de ética?", afirmou.

Fonte: Blog do Bob

terça-feira, 29 de março de 2011

Mulher mata filhas gêmeas recém nascidas em Simão Dias


Uma jovem identificada como Josefa Alexandra de Jesus de 28 anos é acusada de assassinar as duas filhas recém nascidas, logo após o parto. O crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira, 28, no povoado Candeia Grande, no município de Simão Dias, distante 105 Km da capital Sergipana.
De acordo com populares, a jovem, que estava grávida de nove meses e morava com o filho de 10 anos, aparentava ter problemas psicológicos. Alexandra teria se trancado no banheiro, onde provavelmente deu à luz, e em seguida teria colocado as duas meninas gêmeas dentro de um saco plástico e em seguida escondido dentro do guarda-roupa.
Crime
As informações dão conta que durante a manhã de segunda-feira, a cunhada de Josefa Alexandra, que estava dormindo na casa no momento do parto, teria percebido a barriga da jovem um pouco menor. “A cunha contou que notou a barriga de Josefa estava menor e percebeu que ela estava com as chaves do guarda-roupa na mão, pedindo que ninguém mexesse nas coisas dela. Quando ela saiu o cunhado foi lá, abriu o guarda- roupa e achou as duas meninas dentro dos sacos, escondida embaixo das roupas”, relata uma vizinha, que preferiu não ser identificada.
Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e constatou o óbito das meninas. “Depois a polícia chegou e ela foi encaminhada para Aracaju, para um hospital, já que estava muito agressiva”, relata a vizinha.
Histórico
As informações ainda dão conta de que essa não é a primeira vez que Josefa Alexandra comete um crime como esse. “Quando ela era casada, ela teve um menino e todo mundo aqui comenta que ela matou e enterrou no quintal. Na época o marido 'colocou o advogado' e a coisa foi esquecida”, revela outra vizinha.
As vizinhas também denunciaram que a jovem sofre maus tratos. “Ela não parece ter problemas mentais. Na verdade quando ela perdeu o marido em um acidente de trânsito, a família do marido tomou conta de tudo, até da pensão dela. Para você ter uma idéia, ela tava grávida e não tinha enxoval, nem mesmo fralda para esperar a criança. Sem contar que ela deveria estar recebendo acompanhamento médico. Ela vive dentro dessa casa numa situação miserável, sem nada, enquanto a família dele recebe o dinheiro da pensão dela”, denunciam as vizinhas.
Delegado
De acordo com o delegado de Simão Dias, Fábio Pimentel, a jovem responderá pelo crime. “Após o parto a mulher passa por um período chamado de puerpério, onde existe uma variação no comportamento, podendo levar a mãe a matar o filho. Ela foi encaminhada para um hospital em Aracaju, onde passará por exames que comprovem o estado mental e físico”, explica  Fábio.
Ainda segundo o delegado, se for comprovado que ela estava em estado puerpério, ela responderá pelo crime de infanticídio. “Está previsto no artigo 123 do código penal, que se a mulher matar sob influência puerperal, ela responderá por infanticídio e não homicídio. Mas caso os exames não comprovem esse estado, ela vai responder por homicídio”, acrescenta o delegado.
Quando questionado em relação às acusações feitas pelos vizinho de que a jovem já teria assassinado outro filho, o delegado revelou que também tomou conhecimento dessas informações. “Nós vamos investigar e tudo fará parte do inquérito que será  encaminhado a justiça”, explica.

 Fonte: Blog do Bob

segunda-feira, 28 de março de 2011

AFOGAMENTO NA BARRAGEM DO SÃO JOSÉ

Neste domingo, 27, por volta das 13:30h, foi vítima de afogamento na barragem do povoado São José, o senhor Erinaldo Luiz de Souza, 40 anos, conhecido como Naldo de Salomé, o corpo de bombeiros só apareceu hoje, sugunda-feira às 11:10h para fazer a remoção do corpo.
Naldo deixa esposa e duas filhas.

sexta-feira, 25 de março de 2011

SE: Concurso à vista...


Após autorização do governador Marcelo Déda, o secretário de Estado da Educação, Belivaldo Chagas, acordou com o Ministério Público de Sergipe (MP) que o Governo do Estado vai promover concurso público para professores de Educação Básica ainda neste ano. Ele disse que a reunião no MP foi para fazer um aditivo ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado no ano passado, quando ficou estabelecido, na época, que o governo faria concurso para preenchimento de cargo de professor até o mês de maio de 2011. A audiência no Ministério Público foi na última terça-feira, 22.
De acordo com o que ficou acordado com o Ministério Público, o edital será publicado até o dia 30 de agosto, e as provas serão realizadas entre os meses de setembro e outubro. O resultado final do concurso deverá ser divulgado até o dia 30 de novembro. Os aprovados serão convocados para o trabalho a partir do dia 16 de janeiro de 2012.
Essas resoluções fizeram parte do Termo de Ajustamento de Conduta assinado entre a Secretaria de Estado da Educação e o Ministério Público do Estado, em reunião realizada na última terça-feira, 22, com a participação do secretário Belivaldo Chagas, do promotor Fausto Valoir, técnicos da Secretaria de Estado da Administração e da Seed.
Para definir o número de vagas para professores a serem abertas pelo concurso, a Secretaria de Estado da Educação está concluindo um levantamento do número de professores que estão em sala de aula e quantos estão em atividade meio. A Seed também está fazendo um levantamento para saber quantos professores irão se aposentar até 2013. De posse desses números é que a Secretaria irá definir a quantidade exata de vagas para o concurso público.
De acordo com o documento assinado pelo promotor de Justiça, Luis Fausto Dias Valois, da Promotoria dos Direitos à Educação, e pelo secretário Belivaldo Chagas, até o dia 15 de junho a Seed deverá informar ao MP o número de cargos de professores de educação básica que serão criados por lei e o quantitativo de vagas que deverão ser promovidas, mediante o concurso público. O número de vagas estará estabelecido no edital, que será publicado até 30 de agosto.

Convocação
Enquanto o concurso não acontece, a Seed vai chamar 675 professores que ficaram excedentes no processo seletivo simplificado realizado em 2010.

Fonte: edelsonfreitas.com