terça-feira, 1 de março de 2011

Bom advogado. Não deixe de ler

Medidas extremas

O criminalista Antonio Carlos de Almeida Castro foi procurado recentemente por um grande empresário que, em processo de separação litigiosa, queria contratar seus serviços. Kakay, como é conhecido, explicou que não trabalha com direito de família.
O homem insistiu. Contou que sua mulher havia escalado renomada advogada, famosa por arrancar, no mínimo, 50% do patrimônio da outra parte -e que ele era homem de mais de R$ 1 bilhão! Por fim, ameaçou:
-Se você não advogar para mim, vou matá-la!

-Aí é minha área...- respondeu, rindo, Kakay.

Fonte: Contraponto - "Painel", Folha de São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário