quinta-feira, 28 de abril de 2011

UNIT pede R$ 200 mil de indenização a humorista do


Os integrantes do grupo teatral Cia. de Comédia os Melhores do Mundo tiveram as contas bloqueadas por determinação da Justiça de Sergipe. Os comediantes foram condenados em ação movida pela Universidade Tiradentes (Unit) porque citaram a instituição durante as apresentações da peça Notícias popular em 2007. É a primeira vez que a companhia brasiliense que ganhou projeção nacional perdeu um processo por conta das piadas que faz.
A faculdade pediu R$ 200 mil por danos morais, alegando que piadas tentando prejudicar a imagem da Unit foram usadas para ampliar a bilheteria da peça e atrair estudantes para o espetáculo. A juíza Bethzamara Rocha Macedo considerou o valor abusivo e determinou multa de R$ 10 mil. Como o pagamento não foi efetuado no prazo determinado, ela mandou bloquear a conta de oito integrantes do grupo, incluindo produtores.
“Hoje acordei com essa novidade. Contas bloqueadas porque fizemos uma piada anos atrás. E olha que só fizemos isso porque pesquisamos bem na cidade para saber o perfil das instituições. Sempre incluímos coisas locais nas peças para criar uma empatia com o público. Nunca tínhamos passado por problemas como esse”, comenta Welder Rodrigues, ator que ficou conhecido nacionalmente pelas participações no programa Zorra Total, da Rede Globo.

O QUE IRRITOU A UNIT

A piada que irritou os representantes da Unit fazia parte do quadro chamado de O assalto, que relatava um diálogo entre um assaltante e dois policiais. Na conversa, o bandido mencionava que não queria ser representado por advogado formado pela universidade. Na ação, a faculdade também reclama que, em outro momento do espetáculo, os atores encenam um diálogo entre um grupo que seria processado e os personagens diziam que não estavam preocupados porque os advogados eram formados pela instituição. Os quadros, por conta da identificação da platéia com o texto, foram os mais aplaudidos nas apresentações realizadas nos dois dias em que a peça ficou em cartaz em Aracaju.
No processo, os advogados da Unit alegaram ainda que o caso foi agravado pela provocação dos atores no fim das apresentações. Segundo a acusação, depois de ouvir as reclamações pela citação da faculdade, o texto final do espetáculo teria mencionado que parte do dinheiro da bilheteria seria para pagar a indenização do processo que a instituição colocaria contra eles, mas que não temiam a ação, já que os advogados eram da Unit.
Aos comediantes, restou fazer graça sobre a condenação. “Desisti até de fazer pós-graduação lá. Fiquei chateado. Sempre falamos de todo mundo e nunca perdemos uma ação porque as pessoas entendem que é só uma piada. Mas paciência. Vou ficar sem mexer com dinheiro uns dias até que isso tudo se resolva. Pelo menos não gasto”, conclui Welder Rodrigues. A Unit foi procurada pela reportagem, mas não quis se manifestar sobre o caso.

Fonte: Ne Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário